Home»Cidade»Cidade registra dois casos autóctones de dengue

Cidade registra dois casos autóctones de dengue

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Da Redação

Após a confirmação de dois casos autóctones de dengue, a equipe de Controle de Dengue da Vigilância Epidemiológica aplicou nebulização em 18 quarteirões do Centro, na semana passada. Além dos dois casos confirmados da doença na região central, existem cinco casos suspeitos que aguardam a divulgação do resultado de exames.

Desde agosto de 2018 Mogi Guaçu não registrava quadro de dengue – foi o ano com o menor número de casos desde que a doença se alastrou por todo o país, com apenas 14 pacientes confirmados.

Segundo a coordenadora Cristiana Folcheti Monteiro Ferraz, a operação é preventiva em face da ocorrência dos casos suspeitos de dengue. A nebulização ocorreu entre a Avenida Marechal Castelo Branco e Rua Chico de Paula, até as proximidades da Santa Casa de Mogi Guaçu.

Cristiana explica que Mogi Guaçu possui o mosquito transmissor da dengue há muitos anos e que esse trabalho preventivo precisa ser constante, principalmente em épocas de fortes chuvas e de calor intenso, pois se trata do clima propício para a reprodução do Aedes aegypti.

Por isso, locais onde a água fica acumulada pode ser evitados. O Aedes aegypti é responsável pela transmissão de dengue, zika e chikungunya, representando potencial transmissor da febre amarela. Diversos estudos constataram que o mosquito passa por alterações em prazos curtos, com mudanças de tamanho e formato da asa, segundo as estações do ano.

A Vigilância Epidemiológica de Mogi Guaçu promove trabalho constante para conter o avanço da doença, visitando casas e orientando a população de como combater o mosquito transmissor destas doenças. (Com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura).

Post anterior

Recado deixado em muro tenta evitar despejo irregular

Próximo post

CULTURA, 19 de janeiro de 2019