Home»Cidade»Chaparral: Segue impasse na retomada da obra da creche

Chaparral: Segue impasse na retomada da obra da creche

SOV tenta reverter situação junto ao FNDE, que suspendeu repasse; construção é vigiada 24 horas pela GCM

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Não há prazo para retomada da construção da creche do Jardim Chaparral. Com 90% da obra concluídos, o local é vigiado 24 horas pela GCM (Guarda Civil Municipal) para evitar depredação e furto, ou seja, a repetição de problema já observado na obra. A SOV (Secretaria de Obras e Viação) segue na tentativa de resolver o impasse junto ao FNDE (Fundo Nacional do Desenvolvimento Social), órgão do MEC (Ministério da Educação).

O secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, voltou a pontuar que o Governo Federal não está enviando recursos. Com isto, a Prefeitura ainda deve medições à Construelo Projetos e Construção que parou com a obra. Por meses, a empresa manteve vigia no local, mas com a retirada destes profissionais, a Prefeitura assumiu esta tarefa.

creche chaparral“A contrapartida da Prefeitura foi toda usada e não veio recurso do FNDE. O que estou vendo com eles é se posso usar recurso do município para concluir a obra porque falta menos de 10% e, quando enviarem o recurso, este dinheiro repor o que gastarmos”, detalha. Documento solicitando parecer a respeito foi protocolado junto ao órgão e aguarda parecer.

A construção da creche foi interrompida no final do ano passado. É mais um hiato na obra iniciada há sete anos. A Prefeitura deve mais de R$ 200 mil à construtora. Além disso, o próprio secretário pontuou que o Ministério Público está cobrando a Prefeitura sobre o término da creche. A obra é orçada em mais de R$ 1 milhão. Para concluir o serviço, é necessário investimento de R$ 246 mil.

 

EM LICITAÇÃO

A obra da creche do Jardim Guaçu Mirim que também foi paralisada ano passado deve ser retomada. Foi assinado o contrato com a Construelo Projetos e Construções Ltda para a retomada e conclusão das obras de construção da creche.

O projeto é da gestão de 2009 e 2012, mas as obras só foram iniciadas a partir de 2013, na atual Administração, mas foram interrompidas depois que as duas primeiras empreiteiras desistiram do serviço. Para abrir nova licitação e contratar outra empresa, a Prefeitura precisou rescindir os contratos anteriores. No estágio atual, mais de 50% das obras já foram executadas.

creche guacu mirimO novo contrato estabelece 12 meses de prazo, contatos da emissão da ordem de serviço. O investimento é de um R$ 1,1 milhão, incluindo contrapartida da Prefeitura e convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Post anterior

Xadrez de Mogi Guaçu participa dos Jogos Abertos da Juventude

Próximo post

Julia Braga conquista dois títulos pelo Campeonato Paulista