Home»Destaque na Home»Casal perde cerca de R$ 20 mil em golpe do sequestro

Casal perde cerca de R$ 20 mil em golpe do sequestro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Um casal perdeu cerca de R$ 20 mil reais após cair em um golpe que é aplicado por criminosos que ligam pedindo dinheiro (resgate) por alguém da família que eles simulam ter sequestrado.

O golpe sofrido pelo homem, de 55 anos, e pela mulher, de 57 anos, foi descoberto na tarde desta terça-feira (8). Isso porque, eles estavam desaparecidos desde esta segunda-feira (7).

Uma filha do casal chegou a divulgar nas redes sociais a foto dos pais. Na mensagem, ela pedia ajuda para encontrar os dois que saíram logo pela manhã no Jardim Zaniboni com um VW/Gol. Eles chegaram a dormir fora de casa, o que aumentou ainda mais a preocupação da família que registrou um Boletim de Ocorrência de desaparecimento.

Na manhã desta terça-feira, uma pessoa contou a Guarda Civil Municipal que tinha visto o casal desaparecido em uma lotérica. A GCM, então, iniciou um patrulhamento e acabou encontrando marido e mulher na Avenida 9 de Abril. Os dois estavam bem e depois de muita conversa acabaram contando que estavam sendo monitorados por um sequestrador no telefone celular.

O golpe

A delegada titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Edna Salgado Martins, explicou que o casal relatou que na manhã desta segunda-feira recebeu a ligação de um número privado e que a pessoa por detrás da linha dizia ter sequestrado uma filha deles, pedindo assim quantias em dinheiro para liberar a jovem.

Nervosos, eles passaram a obedecer o comando do criminoso e fizeram várias depósitos bancários que devem somar cerca de R$ 20 mil. Acreditando que a filha havia sido sequestrada eles até dormiram em um hotel, conforme o homem da ligação tinha ordenado a eles.

No momento em que foram encontrados pela GCM, o casal estava pronto para fazer mais um depósito.

Diante dos fatos, a delegada fez um alerta. “Esse tipo de golpe é muito comum, mas a primeira coisa que a pessoa deve fazer é manter a calma e tentar contato com o familiar. Se não conseguir esse contato, é necessário procurar a delegacia e não ceder aos pedidos dos criminosos”.

O caso foi registrado como estelionato e vai ser investigada pela DIG.

Post anterior

PM recupera carro levado de família assaltada no Jardim Paulista

Próximo post

Cidade vai concluir licitação para compra de castra móvel ao Zoonoses