Home»Destaque na Home»Cartórios Eleitorais realizam mais um plantão neste sábado

Cartórios Eleitorais realizam mais um plantão neste sábado

Prazo para o cadastro termina no dia 19 de dezembro; Mogi Guaçu, Mogi Mirim e Estiva Gerbi ainda não atingiram a meta

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Justiça Eleitoral realiza neste sábado (9) mais um plantão da biometria nos Cartórios Eleitorais do Estado de São Paulo. O atendimento será feito das 8h00 às 13h00, inclusive em Mogi Guaçu e Mogi Mirim.

O plantão é mais uma oportunidade para o eleitor que ainda não cadastrou a sua biometria obrigatória, já que em 19 de dezembro 319 municípios concluem o cadastramento biométrico. Todos os municípios paulistas participarão do plantão, exceto aqueles em que o cadastramento biométrico foi concluído.

O objetivo da abertura dos Cartórios em um sábado por mês é facilitar o atendimento do eleitor que trabalha durante a semana. Em Mogi Guaçu, a biometria ainda não foi feita por cerca de 40 mil eleitores. O chefe do Cartório Eleitoral, Hugo Ornelas, informou que 65% do eleitorado guaçuano cumpriu com a obrigação, mas que o movimento poderia ser maior. “Estamos praticamente na reta final do cadastramento. O movimento melhorou, mas ainda aquém do esperado”, comentou.

Em Estiva Gerbi, os números são mais animadores, segundo dados do Cartório Eleitoral. 80% do total de eleitores fizeram o cadastro da biometria.

Hugo

Segundo Ornellas, o movimento nos Cartórios Eleitorais e pontos de atendimento ainda são tranquilos e a biometria será exigida durante as eleições municipais do ano que vem. “Todos os eleitores são obrigados a comparecer no Cartório Eleitoral ou unidades de atendimento para realizar a biometria. Ela é obrigatória e tem como sanção o impedimento de votar. O ano que vem é eleição municipal e é de suma importância que todo mundo participe e escolha seus dirigentes. Portanto, sem a biometria o eleitor não vai conseguir votar”, enfatizou.

O chefe do Cartório Eleitoral também esclareceu que, além de não poder votar, o eleitor que não fizer a biometria também terá que enfrentar outras dificuldades. “O eleitor tem o cancelamento do CPF e todos os percalços decorrentes desse problema, como abertura de conta em banco, participar de concurso público, retirar passaporte, ou seja, qualquer tipo de serviço social que o eleitor precise e que exija o CPF”.

Em Mogi Mirim, mais de 40% dos eleitores também não fizeram a biometria obrigatória e podem ter o título cancelado. Apenas 33 mil eleitores do total de 63 mil cadastraram as digitais.

Os eleitores guaçuanos e mogimirianos podem procurar os Cartórios Eleitorais e também o ponto de atendimento que está localizado no shopping de Mogi Guaçu. É necessário apresentar documento oficial de identificação e comprovante de residência recente.

Para maior conforto, o cidadão pode agendar o seu horário on-line, no site do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

 

Previous post

São Pedro e Paulistinha confirmam presença na 1ª Divisão

Next post

Homem é preso após matar a ex-mulher e atacar a enteada