Home»Cidade»Camelôs dos Ingás: com apoio da GCM, SSM retira quiosques

Camelôs dos Ingás: com apoio da GCM, SSM retira quiosques

5
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Com o propósito de deixar a área livre para a realização do Natal Luz, a Administração Municipal deu início à retirada de barracas dos camelôs da área do Parque dos Ingás, especificamente atrás do prédio do antigo museu. A medida se aplica apenas às barracas que estavam desocupadas, ou seja, sem atividades há tempos. Na manhã desta terça-feira (10), a SSM (Secretaria de Serviços Municipais) fez a retirada de duas barracas com o apoio da GCM (Guarda Civil Municipal).

A ação foi realizada um dia após a apreensão de 7,5 mil mídias (CDS e DVDs) suspeitas de serem falsificadas. O material pertencia a dois camelôs, sendo que com apenas um deles havia 5,5 mil unidades. A apreensão foi realizada pela GCM. No entanto, ainda há venda destes materiais, porém são originais. “Não vamos permitir a venda de mídia falsificada”, frisou a secretária municipal de Segurança, Judite de Oliveira.

barracas ingás judite e luiz martini

A retirada das barracas, ambas do tipo quiosque em chapa galvanizada, ocorreu de forma tranquila. Na verdade, uma terceira barraca seria retirada porque a proprietária ainda não estava no local. Como era dela a maior parte das mídias apreendidas, havia informação de que não iria mais trabalhar. No entanto, ela chegou pouco antes das 10 horas e explicou que ainda não havia começado a trabalhar porque tem filho especial e tinha ido levá-lo à escola. Apesar de a barraca permanecer, foi reforçada a proibição sobre a venda de mídias falsificadas, os populares DVS e CDs “piratas”.

 ABANDONADOS

Nos dois quiosques retirados do local não havia atividades há anos, segundo os próprios camelôs. Em um deles, o proprietário foi localizado, pois é locatário em um dos boxes do terminal rodoviário. Apesar de argumentar de que fazia uso do local, estava notório o estado de abandono, havendo apenas expositores. Até mesmo as telhas foram retiradas, pois haviam sido colocadas por este camelô. No outro quiosque, havia muita sujeita tanto na parte interna como na cobertura. Mas, tudo foi retirado pela SSM que manteve até mesmo a equipe de varrição que providenciou a limpeza.

barracas ingás

Os quiosques foram retirados e levados para uma área de depósito da SSM, onde ficarão à disposição dos proprietários. Inclusive, o responsável pela Pasta, Luiz Martini Neto fez questão de solicitar à equipe que retirasse as telhas com o máximo cuidado, pois seriam entregues ao dono. Em atividade no local há sete camelôs. Eles aguardam que a Prefeitura ofereça outra área para que se instalem. A preocupação de todos é de serem “despejados” sem que tenham outro lugar para continuarem a trabalhar. Isto porque, o Natal Luz está batendo à porta e a Administração Municipal ainda não voltou a conversar com o grupo.

 

 

 

Post anterior

Confira o que abre e fecha neste feriado

Próximo post

Força Tática apreende mais de 80 porções de drogas