Home»Polícia»Bombeiros dão dicas para período de migração das abelhas

Bombeiros dão dicas para período de migração das abelhas

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Entre os meses de agosto e setembro acontece o período de ‘enxameação’ das abelhas, principalmente a conhecida como europeia. O grupo de abelhas acompanha a rainha na procura de um local para a construção da nova colmeia.  Por isso, tem sido comum a população encontrar uma nuvem de abelhas e ligar para o Corpo de Bombeiros.

Na manhã de sábado (19), uma família no Jardim Planalto Verde ficou apavorada com um enxame que rondou a casa e, principalmente pelo fato que iria fazer a colmeia próxima ao portão de entrada da residência.

O subtenente José Maria Ferreira, encarregado da administração do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros, explicou quais os procedimentos nesses casos. Enquanto o enxame está deslocando-se não se pode capturar ou eliminar os insetos. Os bombeiros têm por base a lei federal 9.605 de 1998 para evitar de serem acusados de crime ambiental. Por isso, há cerca de três anos, uma viatura se desloca para alguma intervenção em caso de ataque.

Abelhas Planalto VerdeO bombeiro explicou que muitas vezes a população confunde e acha que eles têm a obrigação de ir retirar o enxame. Ele explicou que a durante a ‘enxameação’ as abelhas não são agressivas porque a rainha ainda não está fecundada e elas estão à procura de um local. Nesse caso, a orientação é esperar a ‘nuvem’ passar, ou se estiver muito próxima da pessoa é aconselhável deitar ou se sentar em um local até elas passarem.

Três dias após acharem o local para colmeia, as abelhas continuam não agressivas. Depois que estabelecem a moradia elas podem atacar porque a rainha foi fecundada e dá o comando para se protegerem.

No caso de ataques, os bombeiros podem tanto capturar as abelhas e depois transportá-las para outro local, para um apicultor, por exemplo. A eliminação dos insetos somente em último caso. O mesmo procedimento é adotado no caso de marimbondos. Os bombeiros não podem remover a ‘casa’ dos insetos.

Post anterior

Focos de incêndio em canavial atingem matas ciliares

Próximo post

GCM faz operação no Parque Cidade Nova