Home»Destaque na Home»Beto Sartorão: morte pode ter relação com jogo do bicho

Beto Sartorão: morte pode ter relação com jogo do bicho

Beto Sartorão foi executado na noite da última segunda-feira (31) após sofrer emboscada; DIG já investiga o caso

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Quem matou e quem mandou matar o empresário Luís Alberto Sartorão, 48 anos? Essa é a pergunta que deverá ser esclarecida pela equipe de investigação da DIG (Delegacia de Investigações Gerais). Beto Sartorão, como era conhecido, foi assassinado na noite de segunda-feira (31). O crime ocorreu às 22h40 na Rua Manoel Mendes, na Vila Pinheiro, próximo à Capela.

A Gazeta tentou falar com a viúva Márcia Cristina Zambelan Sartorão, 48 anos, que sobreviveu à emboscada. Ela não quis falar sobre os acontecimentos nem mesmo confirmar se o marido vinha sofrendo ameaças.

Beto era empresário e mantinha comércio na cidade. No site do Tribunal da Justiça em pesquisa pelo nome de Sartorão é possível verificar que ele cobrava alguns credores referentes a promissórias não pagas.

Beto Sartorão
Beto Sartorão

Mas ele ficou mais conhecido pelas atividades relacionadas ao jogo do bicho que teria herdado dos pais, já falecidos. Há, inclusive, boatos de que Beto Sartorão estaria em uma disputa pelas bancas de apostas na cidade com bicheiros de outros municípios. Ou ainda que não estaria pagando propina para se manter na atividade.

Essas hipóteses também serão levadas em contas durante investigação que já foi iniciada pela DIG. A delegada Edna Elvira Salgado Martins informou à Gazeta que não vai divulgar detalhes sobre as linhas de investigação, mas não descarta nenhuma possibilidade. Enquanto aguarda o depoimento da viúva, os investigadores já iniciaram algumas diligências em busca de provas.

Inclusive, um veículo localizado parcialmente queimado, um dia após o crime, será analisado. O veículo Citröen, cor preta, foi localizado no bairro rural Água Azul, às margens da SP-177 pelos policiais Andrea e Aquino após receberem uma denúncia anônima de um veículo abandonado no local.

Quando localizaram o veículo os policiais perceberam que uma corda tinha sido amarrada na parte frontal do carro, como que sendo arrastado. Dentro havia dois galões e um forte odor de combustível. Havia sinais de combustão no banco traseiro e no teto. Com os dados do veículo constatou-se que a placa é de Mogi Mirim e que havia sido furtado em abril. O veículo foi recolhido para perícia.

O CRIME

Homens encapuzados fizeram a execução

Veículo acabou quebrando durante a fuga
Veículo acabou quebrando durante a fuga

A esposa e empresária Márcia Cristina Zambelan, 48 anos, contou aos policiais militares que ela e o marido trafegavam no veículo Sandero/Renault, cor prata, do shopping para casa. O casal residia no Jardim Cambuí e tem quiosque dentro do Buriti Shopping.

Próximo ao bairro de residência, Beto Sartorão percebeu que estava sendo seguido. Segundo Márcia, eles estariam sendo seguidos por dois veículos de cor escura e ao tentar despistá-los acessou à Rua Manoel Mendes, onde acabou cercado. Segundo os policiais Carlos e Santiago, na fuga, Beto Sartorão chegou a bater o veículo e ao descer foi alvejado. A esposa relatou que quatro homens encapuzados desceram dos veículos com armas ‘longas e curtas’.  Os tiros atingiram Sartorão no tórax (costas), abdômen, na região pubiana, e uma das mãos praticamente foi decepada. Em seguida o grupo fugiu. Ainda segundo a empresária, o marido desceu do veículo para protegê-la e tentou correr para pedir ajuda quando foi atingido.

Na delegacia, ela contou que um dos veículos o ultrapassou em alta velocidade e viu do lado do passageiro um homem com arma longa mirando o carro em que estavam. Em seguida o veículo ‘fechou’ a frente deles.

Sartorão teria, então, freado, engatou ré e tentou retornar vindo a se chocar contra a sarjeta quebrando o carro que ficou parado em cima da calçada. Ela não se lembra exatamente, mas acredita que quatro homens desceram do segundo carro, encapuzados e armados.

beto sartorao tentativa homicidio

Nesse momento, o marido desceu pedindo ‘pelo amor de Deus’ para não fazer nada contra ela e tentou correr sendo atingido e caindo próximo a um poste. Ela ainda se recorda que um dos homens, portando uma pistola, retornou ao carro e pediu a bolsa. Nervosa, disse que não conseguia encontrar a bolsa dizendo que alguém já havia pegado.  Momento em que um dos homens ameaçava atirar em seu pé. Eles teriam se retirado do veículo e voltaram para os carros em que estavam e fugiram sentido Centro.

A ambulância avançada do Samu foi ao local e socorreu Beto Sartorão até a Santa Casa onde acabou entrando em óbito. Peritos da Polícia Científica estiveram colhendo provas do local. O delegado Alexandre Henrique Leme Silva e a investigadora Sônia Módena também acompanharam os trabalhos.

beto sartorao tentativa homicidio

CANDIDATO E PRISÃO

Prisão em 2015 ocorreu após operação da PM

 Em 2015, Beto Sartorão foi preso em operação deflagrada pela Polícia Militar. Na casa dele foram encontrados R$ 1,395 milhão, 3 mil dólares e 1,2 mil euros. Três armas de fogo, munições, quatro motos, dois carros e quatro máquinas de jogos de azar. Na época, a polícia supôs que as pilhas de dinheiro apreendidas eram provenientes do jogo do bicho (que é uma contravenção penal). As motos seriam usadas para fazer a recolha do dinheiro do jogo do bicho em vários pontos da cidade, rádios comunicadores e até um “Testa Nota”, aparelho para identificar cédulas verdadeiras foram encontrados na residência.

Jogo bicho beto sartorao detido dinheiro e armas

Os 21 policiais do 26º BPMI tinham um mandado da Justiça local para entrar na casa e revistá-la, após denúncia anônima feita ao comando da corporação. A operação na ocasião foi comandada pelo tenente coronel Ricardo Augusto de Mello Araújo, hoje comandante da ROTA em São Paulo. “Recebi uma denúncia de que havia participação de policiais na sua segurança pessoal [de Sartorão]. Pedimos um mandado de busca e apreensão ao Ministério Público, que obteve a ordem judicial para entrarmos na residência onde encontramos dinheiro e as armas, mas nada em relação a envolvimento de policiais com ele [Satorão]”, disse Mello Araújo na ocasião à imprensa.

Na casa ao lado de Sartorão, os policiais encontraram vasto material para o jogo do bicho, como cartelas, anotações e endereços de bares e botecos onde eram realizadas as jogatinas. Beto Sartorão foi autuado em flagrante pelo delegado Antonio Aparecido de Souza pela contravenção de jogo do bicho, posse ilegal de arma de fogo, crime organizado e lavagem de dinheiro, dada a quantia apreendida. Sartorão, até então, não tinha passagem criminal.

Beto Sartorão foi candidato a vereador nas eleições de 2016 pelo PSL (Partido Social Liberal). Ele obteve 177 votos, e não foi eleito.

Jogo bicho beto sartorao detido dinheiro e armas

Post anterior

Jovem morre na vicinal Guaçu- Itapira- veja vídeo

Próximo post

1ª Divisão do Amador chega às semifinais