Home»Cidade»BB fecha agências na região de Campinas; Guaçu não é afetado

BB fecha agências na região de Campinas; Guaçu não é afetado

É improcedente o boato de que uma das três agências locais do Banco do Brasil seria fechada

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

É improcedente o boato de que uma das três agências locais do Banco do Brasil seria fechada, sendo que, provavelmente, a medida atingiria a unidade da Rua 15 de Novembro (antiga Caixa Econômica Estadual). No entanto, é verídica a informação de que o banco fechará algumas unidades ainda este ano.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, Vagner Vanderlei Mortais, haverá o fechamento nas cidades com menos de 30 mil habitantes e que possuam duas agências do Banco do Brasil. “Fecham uma e mantém a outra”, reforça.

Em audiência realizada na última quinta-feira (10), em São Paulo, os sindicalistas propuseram que o Banco do Brasil abra novas unidades em cidades com igual número de habitantes e que fiquem próximas dos municípios que terão agências fechadas. “Assim fica mais fácil para os funcionários”, comenta.

Vagner lembra que ninguém será demitido, pois os funcionários do Banco do Brasil são concursados, o que garante a transferência para outras agências. Na nossa região, ou seja, área de Campinas, a medida atinge as agências das cidades de Elias Fausto, Águas de Lindoia e Santo Antônio do Jardim. A redução de agências no interior do país foi anunciada no início deste mês pelo Banco do Brasil.

Vagner Sindicato dos Bancários
Vagner disse que não haverá demissões

 

SALÁRIOS

Os diretores do Sindicato dos Bancários de Campinas já realizaram reuniões sobre a Campanha Nacional em 19 agências da região, sendo nove em Mogi Guaçu, oito em São João da Boa Vista e duas em Espírito Santo do Pinhal. Esta semana, foram retomam as reuniões em Campinas. Desde o último dia 20 de agosto, o Sindicato já realizou 156 reuniões.

A categoria reivindica reajuste salarial de 16%. (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), PLR (Participação de Lucros e Resultados) de três salários mais R$ 7.246,82, piso de R$ 3.299,66 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último), vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$788 ao mês cada um e melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas, entre outras.

Post anterior

Carga explosiva é uma das estreias dos cinemas

Próximo post

Escolta de presas afeta patrulhamento na cidade