Home»Artigos»Artigo: O incrível equívoco de Bolsonaro

Artigo: O incrível equívoco de Bolsonaro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Bolsonaro anunciou que havia assinado decreto aumentando o IOF. Onyx convocou a imprensa e desmentiu o presidente, dizendo que ele se equivocou e que não haverá aumento do IOF. Acompanho a política há mais de sessenta anos. Nunca vi um subordinado desmentir um presidente. Nem na iniciativa privada isso ocorre. Nunca vi um subordinado desmentir o patrão!

O Estadão, em manchete na primeira página, noticiou: “Fala de Bolsonaro expõe falta de sintonia no governo – Declarações sobre Previdência e impostos causam confusão e levam chefe da Casa Civil a explicar “equívocos”. No Editorial, sob o título “Confusão”, o jornal comenta: “Chacrinha, o velho guerreiro, pode ser um modelo para qualquer presidente da República, principalmente pela sua competência (sic), por sua imaginação e por seu empenho, nunca pelo mais notável de seus bordões: “Eu não vim para explicar, eu vim para confundir”. O presidente Jair Bolsonaro nunca deveria esquecer essa restrição.” Adiante afirma: “A disposição do presidente de se comunicar com o público é muito bem-vinda. Aqui vale a pena recordar outra lição de Chacrinha: quem não se comunica se trumbica. Mas a comunicação de um governante é um ato funcional. Deve ser destinado a explicar, jamais a confundir (sic)”.

Espera-se que essas gafes (equívocos, segundo Onyx) não voltem a se repetir. É vergonhoso um presidente ser desmentido por um subordinado…

Deu no Painel da Folha: “Aliados se alarmam com erro e recuos e cobram freio de arrumação no governo Bolsonaro”. Eliane Cantanhêde, no Estadão: “Estreia do governo mostra confusão (sic), desinformação e um desmentido atrás do outro”.

 

Jasson de Oliveira Andrade é jornalista em Mogi Guaçu

 

Post anterior

Jovem é preso após roubar farmácia e supermercado

Próximo post

Guardas civis prendem dois acusados de estupro