Home»Artigos»Artigo: Bolsonaro foi eleito, mas são os filhos que governam

Artigo: Bolsonaro foi eleito, mas são os filhos que governam

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Estamos vivendo um momento inusitado: Jair Bolsonaro foi eleito presidente, mas são os filhos que governam.  Essa estranha situação está trazendo prejuízo enorme ao país. É o que constata o Estadão (15/2). No Editorial “Filhocracia”, o jornal comenta: “O presidente da República é formalmente Jair Bolsonaro, mas parece que não é ele quem exerce o poder de fato, e sim seus filhos”, acrescentando: “Jair não é bom pai. Não soube ensinar a seus filhos os limites de comportamento que devem respeitar. E os meninos (sic) não são bons filhos. Não percebem que agindo trefegamente, podem comprometer a Presidência do pai. Se a família tivesse lido Kant, saberia que o homem não é nada além daquilo que a educação faz dele”.

O Estadão ainda constata: “O episódio em que Carlos Bolsonaro levou à execração (sic) pública um ministro de Estado deixou claro quem é que tem autoridade no Executivo – gente que pretende governar sem ter recebido um único voto para isso e que, por sua condição familiar, naturalmente tem sobre o presidente mais influência do que qualquer outro ministro provavelmente mesmo aqueles qualificados de “superministros”. É lícito supor que, em momentos de crises – e o que não falta nesse governo recém-inaugurado é crise – será aos filhos que Jair Bolsonaro dará ouvidos, e não a seu auxiliares. É a “filhocracia” (sic) instalada de vez no Palácio do Planalto”.

Esse mandonismo dos filhos está, realmente, trazendo problemas para o governo. Provoca brigas entre os ministros, que ameaçam pedir demissão. É o que está acontecendo com o ministro Gustavo Bebianno. Ele foi demitido: vitória de Carlos Bolssonaro!

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em sua conta de Twitter, afirmou que “a interferência da família de Jair Bolsonaro no governo é um fator de desestabilização (sic) que afeta o país como um todo. Não dá para familiares porem lenha na fogueira. Problema sempre há, de sobra. O presidente, a família, os amigos e aliados que os atenuem, sem soprar nas brasas. O fogo depois atinge a todos, afeta o país. É tudo a evitar”.

Ainda segundo FHC “o governo Bolsonaro está abusando da desorganização desde o início”. Já escrevi artigo comentando essa desorganização, citando mesmo a capa da VEJA, com a legenda: “Confusão na largada”. Essa confusão aumenta com a interferência dos filhos!

Capa da Veja: a Revista publicou uma foto de Bolsonaro sem rosto, com a faixa presidencial e uma cobra no bolso do paletó,  com a seguinte legenda: “Veneno no Planalto – Bolsonaro e o filho Carlos detonam ministro do palácio na mais bizarra (sic) das crises políticas”. Sem comentário…

 

Jasson de Oliveira Andrade é jornalista em Mogi Guaçu

Previous post

É Carnaval: diversão e alimentação saudável na folia

Next post

Vereadores pedem exoneração de secretária da Educação