Home»Destaque na Home»Após bater na companheira, agressor comete suicídio

Após bater na companheira, agressor comete suicídio

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A vítima de agressão, uma mulher de 34 anos, precisou ter o apoio da mãe para prestar declarações na delegacia. Muito abalada, ela pronunciava palavras desconexas. A aposentada de 57 anos que acompanhou a filha disse que a mesma tem distúrbio mental e já fez tratamento psiquiátrico e que o genro já havia tentado o suicídio outras vezes.

A mulher foi encontrada ao lado do corpo do companheiro pelos guardas civis Edinaldo e Gonçalves por volta das 6h25 de domingo (22). Eles foram informados que o casal havia brigado e, transtornado, o companheiro dizia que iria se matar. Ele chegou a agredir a amásia com tapas e socos.

Ela trancou-se no quarto e após algum tempo percebeu silêncio na casa e resolveu deixar o cômodo. No quintal o viu pendurado no caibro do telhado, tendo fios elétricos amarrados no pescoço. O casal residia no Jardim Eldorado II.

Aos guardas ela contou que pegou um alicate e cortou os fios, momento em que o companheiro Marcos Antônio Benedito, 43 anos, caiu ao chão já sem vida. Ela mesma ligou para o Disque 153 da Guarda Civil pedindo ajuda.

Peritos da Polícia Científica analisaram o local e o corpo foi encaminhado para exame necroscópico no IML (Instituto Médico Legal). A mulher também passou por exame de corpo de delito.

 

No mesmo dia

Por volta das 21h50 os policiais militares Arimar e Roberto foram acionados até uma residência do Jardim Canaã, onde havia outra ocorrência de suicídio. O vizinho, que é brigadista, escutou o grito do irmão da vítima pedindo ajuda e pelo lado de fora da casa viu João Paulo da Silva Lima, 21 anos, pendurado com arame no madeiramento da área. Ele conseguiu retirar o rapaz do local e por 10 minutos fez massagens cardíacas para reanimá-lo. A equipe do Samu chegou e continuou o atendimento por mais 20 minutos, mas não foi possível reanimar a vítima.

Peritos da Polícia Científica e um investigador da Polícia Civil estiveram no local. O jovem já havia passado por internação em clínica terapêutica. O delegado Dalton David Ferreira também registrou o caso como suicídio.

 

 

 

 

Post anterior

Curtas: furto de placa, produtos piratas e atropelado por trem

Próximo post

Paulista vence Nova Alvorada e entra no G4 da 1ª Divisão