Home»Cidade»Aberta licitação para locação de veículos

Aberta licitação para locação de veículos

Parte da frota será destinada à GCM (Guarda Civil Municipal) e outros para o setor administrativo

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Foi aberto processo de licitação, na modalidade pregão, para a contratação de empresa especializada em locação de veículos. A meta da Administração Municipal é a locação de 10 veículos zero quilômetro para a Secretaria Municipal de Segurança e cinco para outras Secretarias: Comunicação Social, Esportes e Turismo, Administração, Serviços Municipais, Cultura, Planejamento e Desenvolvimento Urbano. O pregão está marcado para o próximo dia 31.

De acordo com as especificações do edital, a contratação especifica quilometragem livre e ilimitada, sem motorista e sem combustível, para atender as necessidades de transporte de pessoas nas atividades técnico-administrativas e de Segurança Pública Municipal, sendo este último lote referente a veículos utilizados pela GCM (Guarda Civil Municipal) no patrulhamento do município.  

A justificativa da locação é de que os contratos firmados com as empresas Solo Sagrado e San Marco, em 18 de novembro 2013, após sucessivas prorrogações, terão seus vencimentos no próximo dia 18 de setembro. “É imprescindível e inevitável que o município continue locando veículos, principalmente a se considerar que a frota municipal é antiga, elevando assim os custos de manutenção e dias parados para o conserto, e ainda assim são em número insuficientes para atender os serviços das diversas Secretarias Municipais”, traz um trecho da justificativa.

O argumento é de que a locação de veículos é mais vantajosa, uma vez que os custos de manutenção são por conta da empresa locadora.  Os seis veículos da frota administrativa devem ser modelo hatchback, quatro portas, motorização não inferior a 100 C/V, motor bicombustível, equipado com direção hidráulica ou elétrica e ar condicionado.

Os veículos destinados à GCM devem ser preferencialmente de fabricação nacional, quatro portas, versão básica da linha e capacidade quatro ou mais pessoas, motorização não inferior a 100 C/V, motor bicombustível, com rodas de ferro, direção hidráulica ou elétrica, ar condicionado. É necessário ainda que estejam equipados com conjunto sinalizador visual, amplificador de no mínimo 100RMS de potência. O veículo deve ter preparação para receber sistema de radiocomunicação.

 

Post anterior

Rodoviária: revitalização caminha a passos lentos

Próximo post

Prefeitura vai comprar carro novo para prefeito