Home»Cidade»Sindicato planeja manifestações na Ingredion

Sindicato planeja manifestações na Ingredion

Tita já fez panfletagem na frente da empresa e prepara outros atos para garantir direitos dos trabalhadores

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Manifestações e paralisações por vários dias na portaria da Ingredion Brasil são previstas pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de Mogi Mirim e Região. “Até que cumpra a sentença judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região de Campinas sobre o dissídio coletivo de 2016”, adianta o presidente do sindicato, Daniel Constantino Pedro, o Tita.  

O sindicalista explicou que, no ano passado, foi instaurado dissídio coletivo na Ingredion sendo que, no último dia 26, a sentença do Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região de Campinas foi favorável aos trabalhadores, condenando a empresa a pagar o índice da inflação do período de março de 2016 a fevereiro deste ano no percentual de 11,08%. Acrescido a isto as demais cláusulas que acompanham o Acordo Coletivo de Trabalho.

Todavia, a direção da empresa recorreu da sentença e ontem (2) antecipou 8% de reajuste referente ao período do dissídio. “Isso é um cala boca nos trabalhadores para reduzir a adesão ao movimento que vamos fazer na empresa. Hoje (ontem) já fizemos panfletagem, que é o que chamamos de “esquenta”, para que o trabalhador fique ciente da situação”, adianta Tita relatando que a empresa está se aproveitando do atual cenário político e de instabilidade do país.

Tita antecipa que as negociações salariais deste ano já começaram e 82% dos trabalhadores rejeitaram a primeira proposta apresentada pela empresa, que foi de 4,69%. A Ingredion, segundo o sindicalista, tem 602 funcionários.

EMPRESA

Por meio da assessoria de imprensa, a empresa informou que entende que não foram cumpridas as etapas necessárias antes da abertura do processo de dissídio e, por isso, entrou com embargo à decisão em 1ª instância, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

“Em respeito aos seus colaboradores e alinhado à sua proposta de reajuste apresentada anteriormente ao Sindicato, a Ingredion espontaneamente aplicou o reajuste de 8,1% sobre os salários de seus funcionários, retroativo a março de 2016, mês da data-base”, traz a nota enviada à Gazeta.

A empresa ainda reforça a postura de abertura ao diálogo para retomada das negociações com os representantes de seus funcionários.

Post anterior

Corug/SET vence por equipes com folga na geral

Próximo post

Equipe de vôlei adaptado é campeã de etapa