Home»Destaque na Home»Prefeitura vai alugar cinco ambulâncias

Prefeitura vai alugar cinco ambulâncias

Ambulâncias que estão quebradas vão receber baixa para ficar fora de circulação devido ao desgaste dos veículos

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Cinco ambulâncias serão alugadas pela Prefeitura de Mogi Guaçu para uso da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo é suprir a ausência das ambulâncias quebradas que vão sofrer baixas, ou seja, serão tiradas definitivamente de uso. Isso porque, possuem mais de 20 anos de fabricação e não compensa serem consertadas.

A licitação para a locação das cinco ambulâncias será realizada nesta terça-feira (9), às 9h30, por meio de pregão presencial no setor de Licitações da Prefeitura. O valor somente será divulgado após a conclusão do certame. “Apenas ficaremos sabendo quantas empresas vão participar na hora que dermos início à licitação e também somente depois de concluí-la. Ainda nesta terça-feira é que saberemos ao certo o valor global que será pago mensalmente pela Prefeitura pela locação das cinco ambulâncias”, explicou o presidente da CML (Comissão Municipal de Licitações), Humberto Cinquini, lembrando que o edital traz que a licitação será para “simples remoção”.

ambulancia amarokPor meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde informou que as cinco ambulâncias alugadas irão servir para fazer o transporte de pacientes de uma cidade para outra, desde que o paciente necessite realmente ser transportado por uma ambulância, ou seja, deitado na maca, e não sentado como ocorre quando o transporte é feito por carros de passeio.

As cinco ambulâncias também poderão exercer a função de ambulância solidária, que são aquelas que fazem o transporte de pessoas idosas e que não tenham capacidade de locomoção, principalmente em horários noturno e madrugada.

Vale ressaltar que os atendimentos de urgência e de emergência continuam sendo feitos exclusivamente pelas ambulâncias do Samu.

Após o término da licitação, se não houver recurso por parte das demais empresas que não vencerem o certame, a previsão é de que as cinco ambulâncias já estejam atendendo à população num prazo de 10 dias. Caso contrário, se houver a interposição de recurso, o processo licitatório demora mais um pouco para ser concluído, o que pode resultar numa espera de aproximadamente 30 dias para as ambulâncias estarem nas ruas.

Atualmente, além da ambulância que atende no Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos”, ainda há outras duas – modelo Amarok. Uma está disponível no Distrito de Martinho Prado Júnior e a outra deverá ser encaminhada para a Chácaras Alvorada.

Post anterior

Comerciante é baleado no Parque Cidade Nova

Próximo post

Carteiros retornam ao trabalho nesta 3ª