Home»Cidade»Mogi Guaçu é a cidade que mais faz doações

Mogi Guaçu é a cidade que mais faz doações

Inaugurada ontem no CAM, sala de coleta vai facilitar a coleta de leite materno

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O maior número de doadoras de leite materno ao Banco de Leite Humano de Itapira se encontra em Mogi Guaçu. A informação foi apresentada pela coordenadora do setor Juliana Simoneti durante a inauguração da sala de coleta montada no CAM (Centro de Atendimento à Mulher), no Jardim Novo II, realizada na tarde de ontem (12).

O trabalho é resultado de parceria entre a Prefeitura, Senac, Lions Clube, Banco de Leite Humano de Itapira, Programa Rede Social e Unimed. O serviço funcionará vinculado ao Hospital Municipal de Itapira, único credenciado para processar e distribuir leite materno na região. O produto é fornecido para crianças internadas em hospitais públicos e privados de Mogi Guaçu, Itapira e outras cidades vizinhas.

Juliana explicou que ela e a equipe passam o dia todo em Mogi Guaçu coletando o leite materno em domicílio. Ela explica o trabalho do Banco de Leite Materno vai além da doação, passando pela pasteurização e o incentivo à amamentação. “Também auxiliamos as mães que têm dificuldades com a amamentação”, acrescenta.

inauguracao banco leiteO presidente do Lions Club e diretor do Senac, Marcelo Paganini Gomes da Cunha, lembrou que está no empenho da instalação da sala de coleta há quase dois anos, sendo o trabalho abraçado pela Rede Social, projeto realizado pelo Senac, a partir do momento que se teve o conhecimento de que Mogi Mirim e Mogi Guaçu são as cidades que mais utilizam o Banco de Leite de Itapira. “A sala de leite vai facilitar a coleta de forma sanitizada, evitando o desperdício”, disse referindo-se a uma dificuldade observada pela equipe.

“Salvar as vidas de pequenas crianças não tem dinheiro no mundo que pague. O trabalho começa agora em incentivar à amamentação e conscientizar as mães da importância desta doação”, disse a pediatra Laís Carvalho, membro do Lion Clube e representando a Unimed na inauguração. Por sua vez, a secretária de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida, lembrou que a sala de coleta fica em uma região com maior número e mães amamentando e do quanto é importante o leite materno aos pré-maturos. “Sexta-feira (9) tínhamos cinco bebê prematuros, com menos de um quilo, na UTI Neonatal da Santa Casa”, exemplificou.

O prefeito Walter Caveanha (PTB) parabenizou os envolvidos pela instalação da sala de leite materno e falou do quanto valeu o investimento ainda na década de 70 na medicina preventiva com a inauguração do primeiro posto de saúde. “Hoje temos 24 unidades”, pontuou, relatando estar nos últimos projetos para instalação da Faculdade de Medicina no município. 

Também participaram da inauguração o vice-prefeito Daniel Rossi (PR), o presidente do Sindicato do Comercio Varejista de Mogi Guaçu, membro do Lions Club e do Conselho Regional do Sesc, Benedito Toso de Arruda, entre outros.

inauguracao banco leiteinauguracao banco leiteclara inauguracao banco leiteprefeito walter inauguracao banco leite

Post anterior

Curtas: pedestre é atropelada e cobra é encontrada

Próximo post

GAZETA GUAÇUANA, 13 de junho de 2017