Home»Caderno Multi»Meio ambiente: escolas reforçam ações de preservação

Meio ambiente: escolas reforçam ações de preservação

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Cuidar do meio ambiente. Zelar pelo bem-estar de todos a partir de atitudes coletivas e individuais, como, por exemplo, jogar o lixo no lixo e diminuir a emissão de gases tóxicos, como o monóxido de carbono que sai dos escapamentos dos veículos. Essas informações simples se aliam a outras mais complexas e juntas formam um movimento nobre que tem como principal meta preservar o meio ambiente.  

Além dos ensinamentos que são dados em casa pela família, as escolas da rede pública municipal também estão envolvidas nessa questão. Todos os assuntos que envolvem o meio ambiente já fazem parte do conteúdo pedagógico anual das escolas que nas proximidades do dia 5 de junho, quando comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, intensificam as atividades acerca do tema.

Rita, Bibiano e Paula querem resgatar valores éticos e de cidadania
Paula, Bibiano e Rita querem resgatar valores éticos e de cidadania

Na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Profª Maria Diva Franco de Oliveira”, no Jardim Rosa Cruz, os alunos do 9º ano dão exemplo de cidadania ao desenvolverem o projeto “Comunidade de Aprendizagem”, em parceria com o Instituto Natura.

O grupo de alunos já está com 12 integrantes, mas começou timidamente com apenas três. “Aos poucos, o grupo está aumentando e eles fazem a diferença”, diz a diretora Rita Maria Ortiz de Campos Polito.

Ela conta que o “Comunidade de Aprendizagem” é na verdade um projeto que quer resgatar valores éticos e morais entre os adolescentes e incentivá-los a ser voluntários em outros projetos. Para isso, ações de preservação do meio ambiente são realizadas cotidianamente como parte do projeto. “A ideia é que eles comecem a reurbanização da nossa escola. É a prática aliada ao conhecimento teórico que eles já tiveram ao longo dos anos. Nós temos todo o apoio da Saama (Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente). Esperamos que daqui um tempo estes alunos do 9º ano já estejam sendo voluntários em ações dessa mesma natureza junto aos alunos das outras séries”, frisou Rita.

Grupo de alunos está envolvido com ações de reurbanização da escola
Grupo de alunos está envolvido com ações de reurbanização da escola

Nessa busca pelo cuidado do meio ambiente e sua preservação, os alunos já fizeram podas de árvores, adubaram a terra, já que a terra que há na escola é muito fraca, e também fizeram o plantio de várias mudas de árvores que são cuidadas por eles quase que diariamente. “O meio ambiente envolve tudo e faz parte do cotidiano de todos nós. A ‘Maria Diva’ é uma escola tradicional na cidade e muito valorizada. Estes projetos que envolvem os cuidados com o meio ambiente enriquecem o conhecimento dos alunos e eles ganham autoestima”, frisou o coordenador da “Maria Diva”, Bibiano Eloi Júnior ao lado da também coordenadora Paula Aparecida Mendonça.

multi_meio_ambiente

VOLUNTÁRIO

Professor aposentado é principal incentivador de projeto

 Ele é professor aposentado. Lecionou as disciplinas de Física e Química durante anos nas escolas estaduais e particulares de Mogi Guaçu. Agora, Edison Augusto não quis ficar parado, não. Além de ajudar nos cuidados de uma pracinha que fica próxima à escola “Maria Diva” juntamente com outro jardineiro, o professor é o responsável por liderar o projeto “Comunidade de Aprendizagem”, na “Maria Diva”. Lá, ele é voluntário e orienta os alunos nas tarefas que devem fazer durante a semana. “Eu quero poder ajudar e aqui, nessa escola, encontrei o apoio da direção e o envolvimentos desses alunos que dão conta do recado na hora de fazer acontecer”, disse ele.

Professor Edison já comemora os bons resultados do projeto
Professor Edison já comemora os bons resultados do projeto

Sempre sob a supervisão de Edison, os alunos do 9º ano da “Maria Diva” estão aprendendo a manusear as enxadas e rastelos na hora de cuidar da jardinagem. Eles também fazem a rega das mudas que já foram plantadas e retiram todo o mato que insiste em crescer em torno da escola. “Vamos conversando. Eu explico muitas coisas para eles sobre a importância do meio ambiente na nossa vida e os cuidados que devemos ter para com nosso planeta. Eles são nosso futuro e, por isso, também é responsabilidade deles zelar pelo lugar onde vivem”, comentou Edison.

 

NEM TUDO É LIXO!

Reciclar é a principal atividade

A reciclagem também é tema de projetos que visam à preservação e o cuidado com o meio ambiente. Na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Antônio Carnevalle Filho”, no Jardim Novo Itacolomy, são os alunos do 4º ano que estão reforçando as práticas de separação do lixo reciclável do lixo orgânico. Inclusive, eles trazem até de casa alguns materiais recicláveis para serem descartados na escola nos locais adequados. “Eu estou aprendendo como é importante reciclar o lixo e em casa também explico para meus pais”, conta a aluna Bruna Fernandes Correa, de 10 anos. A mesma percepção tem o aluno João Vitor Guartieri, 9 anos. “Já fizemos apresentações para os nossos colegas do 5º ano falando sobre como devemos cuidar do nosso planeta e evitar fazer mais lixo ainda”, disse ele.

Diretora Célia e a coordenadora Karine
Diretora Célia e a coordenadora Karine

A diretora da escola, Célia Antunes Santanna, ao lado da coordenadora Karine Faganelo Silva Brunheroto, conta que a iniciativa de iniciar o projeto “Guardiões do Lixo” foi da professora Suzana Martini. “Ela participou de um seminário na Faculdade Municipal “Professor Franco Montoro” e nos trouxe esta ideia. Há quatro anos este projeto é desenvolvido e percebemos o envolvimento das crianças. Elas cuidam mesmo do lixo e da escola. Não jogam papel no chão. Trazem de casa óleo usado e latinhas de alumínio para reciclagem. É muito gratificante e interessante perceber este envolvimento”, observou Célia. A cada 15 dias, todo material reciclável é retirado por uma pessoa que vem até a escola exclusivamente para isso.

multi_escola_meio_ambientePara Célia, o trabalho didático realizado na escola abrangendo todo o tema sobre o meio ambiente demonstra que o assunto já faz parte do intelecto das crianças, que estão cientes de que precisam ajudar na preservação da ecologia e do meio ambiente, a fim de que a qualidade de vida das gerações futuras – das quais elas já fazem parte – possa estar acima dos problemas gerados pelo próprio ser humano contra o meio ambiente no qual ele vive. “Eles conversam, comentam sobre o assunto. Se algum aluno vê um papel no chão, por exemplo, já é motivo para falar sobre este assunto pedindo para que a atitude de jogar as coisas no chão seja abolida do dia a dia”, concluiu Célia.

multi_escola_meio_ambiente

DIA 5 DE JUNHO
Defender o meio ambiente é tarefa de todos

Da Redação

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho e tem por finalidade criar uma postura crítica e ativa em relação aos problemas ambientais existentes no planeta. Os seres humanos são os grandes responsáveis por mudanças graves no meio ambiente, como a poluição e a perda de biodiversidade, e cabe a todos os cidadãos criar medidas que impeçam que estes impactos atinjam de modo irreversível a Terra.

multi_meio_ambiente

Em 1972, na Assembleia Geral das Nações Unidas, foi criado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A criação da data marcou a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, conferência essa que ficou conhecida como Conferência de Estocolmo.

Espera-se que com o Dia Mundial do Meio Ambiente a sociedade obtenha informações relevantes sobre os impactos do homem no planeta e adquira uma postura consciente em relação ao uso dos recursos naturais. Também tem por objetivo lembrar a população e os governantes sobre a importância da preservação dos nossos recursos e da necessidade de leis que garantam o desenvolvimento, mas sem afetar de maneira negativa o meio, ou seja, que garantam um desenvolvimento sustentável.

Apesar de parecer uma tarefa difícil, o meio ambiente pode ser ajudado com medidas individuais bastante simples. Se cada um fizer sua parte, pode-se garantir um futuro mais promissor para as gerações futuras.

 

Veja algumas dicas:

  • Economize água e energia;
  • Não compre animais silvestres sem autorização;
  • Evite hábitos consumistas, comprando apenas o que for necessário;
  • Sempre que possível, deixe seu carro em casa;
  • Prefira comprar de empresas que apresentam responsabilidade socioambiental;
  • Reaproveite e recicle;
  • Não desperdice alimentos.

 

Post anterior

“Avental Todo Sujo de Ovo” é atração na 6ª feira

Próximo post

Conselheiros realizam trabalho no shopping