Home»Polícia»Curtas: Mulheres são agredidas e socorridas ao PPA

Curtas: Mulheres são agredidas e socorridas ao PPA

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Tentativa de feminicídio é registrado no Ypê Amarelo

Uma dona de casa de 24 anos quase foi morta pelo marido após uma discussão. A ocorrência foi registrada na madrugada de segunda-feira (17). Quando os policiais militares chegaram à residência, no Ypê Amarelo, a mulher já tinha sido socorrida por familiares. Ela recebeu um golpe de faca na perna esquerda. O marido, Nivaldo Munhoz Alves, fugiu.

 

Caixa eletrônico de mercado é arrombado e dinheiro é levado

O padeiro de um mercado localizado no bairro do Lote chegou para trabalhar, na madrugada de segunda-feira (17), quando encontrou a porta de vidro do estabelecimento danificada. Ele saiu do local e ligou para a PM. Quando os policiais Diego Dias e Burguês chegaram perceberam que o caixa eletrônico, um cofre do mercado e um balcão estavam arrombados. O gerente foi chamado e informou que levaram cerca de R$ 2.100 de uma gaveta no balcão de atendimento. Ferramentas como pé de cabra e uma ponteira foram deixadas no local.

 

Homem pula muro e agride a ex-namorada e uma amiga dela

Era madrugada de domingo (16), quando uma manicure acordou escutando barulho no quintal. A sensação era de que alguém havia pulado o muro. Repentinamente o ex-namorado com uma barra de ferro quebrou a porta de blindex da cozinha e começou a agredir a ex-namorada. Uma amiga que também dormia na casa foi defendê-la e acabou sendo agredida. A filha da amiga conseguiu escapar da casa e chamou a polícia. O homem fugiu e as mulheres foram socorridas pelo Samu até o PPA/UPA.

 

Vereadores homenageiam policiais que salvaram um recém-nascido

O vereador Jéferson Luís (PROS) com aprovação dos demais colegas apresentou requerimento para inserção em ata de Votos de Congratulações e Aplausos aos policiais militares Godoy e Ortiz que salvaram a vida de um bebê, no dia 29 de março. Com um mês de vida o pequeno Heitor Teixeira havia engasgado após mamar. Os policiais iniciaram a manobra Heimlich, para desobstruir as vias respiratórias e o levaram de viatura mesmo até o médico Cláudio Pessoa de Barros Filho, no PPA/UPA. Após receber um pouco de oxigênio o bebê voltou para casa, no Jardim Santa Cecília.

 

Post anterior

Casa abandonada tira o sono da vizinhança

Próximo post

Greve: Sindicatos articulam ações para o dia 28