Home»Cidade»Bairro não é servido por linha de ônibus

Bairro não é servido por linha de ônibus

Moradores do Jardim Suécia também estariam descontentes com o transporte, segundo o vereador Guilherme da Farmácia

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

“Já são 470 casas e o bairro ainda não tem linha de ônibus”. A afirmação é do vereador Guilherme de Sousa Campos, o Guilherme da Farmácia (PSD) sobre o Parque dos Eucaliptos II, bairro localizado na Zona Sul. A queixa sobre a falta de transporte chegou ao vereador por meio de moradores.

Segundo o vereador, a linha de ônibus que atende o Parque dos Eucaliptos I e o Jardim Santa Madalena, ambos próximo aos Eucaliptos II, não atende ao novo bairro. “Eu já relatei a situação à SOV (Secretaria de Obras e Viação) e também à Viação Santa Cruz, há três meses”, comenta informando estar sendo cobrado pelos moradores sobre o transporte.

Guilherme encampa outra reclamação nesta mesma seara, mas referente àqueles que moram na região do Jardim Suécia. Isto porque, a mudança de itinerário na linha que serve o bairro desagradou aos usuários. O ônibus não passa mais pela Avenida Emília Marchi Martini. “Está dando uma confusão danada. Os moradores já fizeram um abaixo-assinado com mais de 300 assinaturas”, disse. O documento será protocolado junto à Prefeitura, na próxima semana.

falta onibus eucaliptos doisA mudança do itinerário ocorreu para atender aos moradores do Jardim Alvorada. Quanto ao Parque dos Eucaliptos II, o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, relata que está fazendo levantamento sobre a necessidade de prolongar a linha que atende aquela região. “Desde que haja necessidade vamos readequar o itinerário e otimizar o serviço na região sul”, disse.

Franceli diz não ter conhecimento sobre problemas na linha do Jardim Suécia e frisa que a única alteração nesta região foi deixar de passar pela Emília Marchi Martini, o que não teria provocado alterações no horário do ônibus. Comunicado de que havia abaixo-assinado sobre esta questão, ele disse que pode analisar o pedido. “Estamos aqui para ajudar e não para atrapalhar”, pontua.

Post anterior

Lanternas buscam 1ª vitória neste domingo

Próximo post

Ampliar os canais de comunicação é meta de secretário