Home»Cidade»70% dos carteiros locais seguem em greve

70% dos carteiros locais seguem em greve

Município tem 44 carteiros, incluindo aqueles que exercem outras funções no CDD 30 seguem em greve

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os carteiros locais seguem em greve. O movimento foi deflagrado na última quarta-feira (26). O município conta com 44 carteiros, incluindo aqueles que desempenham outras funções no CDD (Centro de Distribuição Domiciliar), por exemplo, no setor administrativo. Deste total, 70% seguem em greve, o que equivale a 30 funcionários.

Na manhã desta sexta-feira (5), os funcionários que não aderiram ao movimento grevista estavam trabalhando na entrega das mercadorias que são enviadas por Sedex. No entanto, os grevistas afirmam que a entrega de correspondências está paralisada.

Os funcionários dos Correios estão distribuindo carta aberta à população explicando os motivos da greve. A categoria pede o cancelamento da decisão que suspendeu as férias por um ano, suspensão dos fechamentos de agências em todo o país, retorno dos Correios Saúde sem cobrança de mensalidade, auditoria da dívida pública e abertura dos livros contábeis da empresa.

No caso de Mogi Guaçu, os carteiros reclamam ainda da defasagem na equipe, o que tem provocado algumas queixas dos moradores em relação às entregas. Segundo eles, a equipe trabalha com o mesmo efetivo desde 2011, ou seja, avaliam que não é considerado o crescimento da cidade. Na avaliação dos carteiros, Mogi Guaçu precisaria de um aumento de 40% no quadro dos carteiros.

A continuidade da greve dos Correios está, agora, sob a responsabilidade das decisões nas assembleias, que acontecem na próxima semana.

CORREIOS

Empresa afirma que não há correspondências paradas

correios grevePor meio de nota, os Correios esclarecem que no CDD de Mogi Guaçu o efetivo total de empregados é de 44 e não apenas de carteiros. A paralisação é parcial e se concentra na categoria de carteiros. Ao todo, 64% do efetivo total de empregados trabalharam normalmente ontem (5).

A empresa informa que não existem correspondências paradas. Para minimizar os impactos à população, os Correios já iniciaram o Plano de Continuidade de Negócios, que inclui ações como deslocamento de empregados entre as unidades, apoio de pessoal administrativo e realização de horas extras.

A assessoria dos Correios informa ainda que as agências estão operando normalmente em todos os Estados, inclusive em Mogi Guaçu, onde as agências de correio permanecem abertas e atendendo à população. Todos os serviços estão disponíveis, inclusive Sedex e Banco Postal, com exceção daqueles com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje).

A empresa ratifica que confia no bom senso de seus empregados para encerrar a paralisação parcial, de forma a não prejudicar ainda mais sua sustentabilidade e a qualidade dos serviços prestados à população. 

Post anterior

Segundo Dilma e Lula, Temer não era o “vice dos sonhos”

Próximo post

Passageiro senta em agulha dentro de circular